Testemunho – Francis Collins deixa o Ateísmo

Categorias: Internacionais,Noticias

testemunho francis collins

Um cientista Americano premiado e reconhecido pelas suas marcantes descobertas sobre genes na origem das doenças descreveu o seu périplo do ateísmo para a crença Cristã perante uma platéia internacional na Inglaterra.

Professor Francis Collins: ‘Mere Christianity’ faz sentido
Francis Collins, premiado cientista americano e reconhecido pelas suas marcantes descobertas sobre genes na origem das doenças, e pela liderança do Projecto Genoma Humano que visa mapear todo o DNA humano, descreveu o seu périplo do ateísmo para a crença Cristã perante uma plateia internacional em Inglaterra.
“Na verdade não existe conflito entre a fé e a razão,” disse Collins ao instituto internacional de Verão da Fundação CS Lewis, a Oxbridge 2008, na Igreja de St. Aldate em Cambridge, na Quarta-feira.
“Como materialista empenhado na faculdade, eu assumia que o físico era tudo quanto existia,” contou Collins, que em 1977 aos 27 anos de idade completou uma mudança de carreira – da Química para a Medicina, e tornou-se médico. Diz ele, que isto o fez confrontar-se com a dor e a morte cara-a-cara. “Esta foi uma viragem dramática para mim. Os conceitos já não eram mais hipotéticos.”
Através de encontros com pacientes, pastores e, finalmente, tendo lido “Mere Christianity” de CS Lewis, Collins se deu conta que “nunca tinha reparado bem no que era evidente. O ateísmo não era mais do que um caminho conveniente. Tive de escolher aquilo que é realmente a verdade, só que eu pensava que a fé e a razão estavam em lados opostos.”
“Mere Christianity” teve início com uma série de sermões dados por Lewis em 1943 e o livro subseqüente, que alcançou grande êxito, causou um profundo impacto em Collins. “Logo nas primeiras páginas, todos os meus argumentos acerca da fé caíram por terra. Foi tremendo… Lewis permanece como o meu melhor docente,” disse. No período de um ano Collins tornara-se Cristão.

Autor:philippegomes

Deixe uma resposta