048.A parábola O rico e Lázaro

Categorias: Doutrinarias,Mensagens

MDS-FR10732Lc 16:19-31.

 O cenário, em Lucas 16:14, 15, mostra que os fariseus amantes do dinheiro estavam escutando e escarnecendo. Mas Jesus lhes disse: “Vós sois os que vos declarais justos perante os homens, mas Deus conhece os vossos corações; porque aquilo que é altivo entre os homens é uma coisa repugnante à vista de Deus.”

A roupa “de púrpura e de linho” que o rico usava comparava-se à vestimenta usada apenas por príncipes, nobres e sacerdotes. (Est 8:15; Gên41:42; Êx 28:4, 5) Era caríssima. O Hades, para onde se diz que o homem rico foi, é a sepultura comum da humanidade morta. Em Apocalipse 20:14, a morte e o Hades são descritos como sendo lançados no “lago de fogo”.
Lázaro é uma forma grecizada do nome hebraico Eleazar, que significa “Deus Ajudou”. Os cães que lambiam as suas feridas aparentemente eram do tipo que perambulavam pelas ruas e se alimentavam de carniça, sendo considerados impuros. Estar Lázaro na posição junto ao seio de Abraão indica que ele estava numa posição de favor (veja Jo 1:18), sendo que esta figura de linguagem se deriva da prática de se reclinar às refeições de tal modo que a pessoa podia recostar-se no peito de um amigo. Jo 13:23-25.

Autor:Pr. Adiel de Santana

Presidente da Igreja Batista Emanuel em Alagoinhas e Bacharel em Teologia no Seminário teológico Batista do Nordeste

Deixe uma resposta